O presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE), Sérgio Sobral, anunciou que corretores de imóveis que se sentirem prejudicados em seu exercício profissional pela Prefeitura (ITBI e IPTU), Adema, Emurb, SPU e cartórios (referente à lei que obriga que o corretor assine a escritura juntamente com as partes), entre outros órgãos públicos, podem denunciar a situação através da ouvidoria disponível no portal  https://crecise.gov.br/ ou diretamente na sede do Creci-SE. “Desta forma, o Conselho intermediará os conflitos existentes e, quando não solucionar, fará denúncia ao Ministério Público ou ao órgão da Corregedoria para providências”, explica Sobral.