Número de pedidos de inscrições foi o maior dos últimos seis anos

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE) realizou, nesta sexta-feira (16), a última entrega de cédulas de identidade profissional. Um detalhe chamou a atenção da gestão: o número de novos inscritos ao longo do exercício de 2022 superou a quantidade dos últimos seis anos. Na oportunidade, o presidente André Cardoso deu as boas vindas à turma e destacou algumas das ações mais relevantes, como a implementação do Ad referendum para que, após a aprovação do pedido de inscrição pela Coapin*, o corretor de imóveis já possa ingressar no mercado imobiliário.

“A atividade fim do Creci é a fiscalização, mas a gestão Creci para Todos vem se esforçando para proporcionar à categoria oportunidades diversas de aprimoramento profissional, facilidades nas formas de pagamento de anuidade, benefícios através de relações institucionais… Aproveitem essas oportunidades, pois nossa missão, enquanto corretores de imóveis, é facilitar a realização do maior sonho de uma família”, frisou o presidente André Cardoso.

A vice-presidente Carla Pimentel, o diretor-secretário Henrique Carvalho, o diretor-tesoureiro Alberto Garcez e o diretor adjunto de Fiscalização, Rildon Tavares, também fizeram uso da palavra para recepcionar os colegas de profissão. “Vocês concluíram esta etapa e estão de parabéns, mas não parem por aqui. Continuem se especializando. O mercado não é só sobre entender de imóveis, é também entender de pessoas”, ressaltou Carla Pimentel. 

“Vejo profissionais se preocupando com leads, mas não se esqueçam de que a melhor referência é você trabalhar seu nome no mercado”, acrescentou o diretor Henrique Carvalho. O diretor Alberto Garcez também incentivou o grupo a investir diariamente na profissão. “Tenham orgulho de ser corretor de imóveis, de realizar sonhos. Nossa classe vem se desenvolvendo cada vez mais e o Creci está de portas abertas para contribuir no que for possível”, resumiu. O diretor Rildon Tavares, por sua vez, lembrou que a Fiscalização não existe para perseguir. “Ao contrário, ela existe para tornar o mercado mais justo para todos que atuam nele e mais seguro para toda a sociedade”, disse. 

Como de costume, o superintendente Geraldo Maia compartilhou informações técnicas e orientações sobre como atuar de forma ética e dentro das normas, a fim de evitar infrações disciplinares. “Sigam as normas, invistam em conhecimento e, em hipótese alguma, aceitem condições que desvalorizam a profissão. Fiquem atentos às inovações que o Conselho vem implementando e, se possível, compartilhem com outros colegas”, pontuou.

Coapin* – Comissão de Análise de Processos de Inscrição

Sobre a Cédula de Identidade Profissional

A Cédula de Identidade Profissional é um documento expedido pelos Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis, em modelo único para todos os profissionais inscritos no Sistema Cofeci Creci. O Cartão Anual de Regularidade com efeito de Cédula de Identidade Profissional é expedido anualmente e possui validade até o dia 15 de abril do ano seguinte de referência. A retirada deste documento é condicionada ao pagamento integral da anuidade e solicitação direta na sede ou via portal. Ou seja, além de demonstrar que o profissional está habilitado para exercer a corretagem, também informa que o corretor de imóveis está em dia com sua situação financeira perante o Conselho.

Opção digital
A Cédula de Identidade Profissional também pode ser emitida em formato digital, com o mesmo efeito legal da tradicional em PVC, conforme Resolução Cofeci 1.430/2019. O modelo está disponível para aparelhos Android e IOS, baixando o aplicativo i-Corretor. Acesse www.crecise.gov.br para saber mais.

Clique AQUI para acessar as fotos.