CRECI SERGIPE

Presidente do Creci-SE comenta perspectivas do mercado imobiliário para 2023

Em entrevista ao programa Sem Censura, também fez balanço do primeiro ano de gestão

Pesquisas recentes mostram que o mercado imobiliário deve se manter aquecido e em evolução em 2023. Um levantamento* feito pela Brain Inteligência Estratégica em parceria com a Abrainc, por exemplo, revelou que mais de 30% dos entrevistados planejam comprar um novo imóvel. Em entrevista ao programa Sem Censura (Rádio Sara Brasil) nesta quarta-feira, 18, o presidente do Creci Sergipe, André Cardoso, falou sobre perspectivas do setor, destacando os impactos para os corretores de imóveis e para a economia, em virtude das novidades previstas para este ano.

Presidente André Cardoso entre os apresentadores Rômulo Daltro e Duda Pereira.

“Nós tivemos, de fato, uma retração durante o início da pandemia da Covid-19, as pessoas ficaram receosas por um tempo. Mas a partir do segundo semestre de 2020, as transações voltaram a crescer, inclusive com mudanças no comportamento de consumo. Muitas famílias migraram de empreendimentos verticais para horizontais e, com isso, a demanda aumentou. E isso está refletindo no aumento de lançamentos, como aconteceu no ano passado e é tendência para este ano. É um momento bom para aquisição de imóveis”, pontuou o presidente.

Questionado sobre as alterações anunciadas para o programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, André Cardoso avalia como um ano de boas oportunidades para o mercado. “Foram destinados R$ 10 bilhões ao programa no orçamento do Governo. Ainda temos que aguardar um pouco para saber o que será colocado em prática, mas as notícias indicam que o governo irá focar na faixa 1 (da população com renda até R$ 1.800,00). Sabemos que o déficit habitacional do nosso país está, segundo o último levantamento, em cerca de 5,9 milhões de casas. Desse número, grande parcela é de pessoas menos favorecidas financeiramente. O impacto é positivo, visto que quanto mais vendas, melhor para toda a cadeia produtiva. Construção civil, imobiliárias, corretores, sociedade em geral… todos precisam ser beneficiados”, explicou.

O presidente destacou que o aquecimento do setor é salutar para a geração de emprego e renda e falou de suas expectativas enquanto corretor de imóveis. “ O mercado se regula pela lei da oferta e procura comandam regulam o mercado. Espero que as taxas de juros se mantenham ou reduzam, visto que o financiamento representa maioria nas formas de aquisição de imóveis. Então se o governo trabalhar bem neste aspecto, facilita para as pessoas que precisam conquistar sua casa própria. Uma novidade que vem sendo comentada é a facilidade do financiamento para trabalhadores que não têm carteira assinada, por exemplo”, frisou André Cardoso.

Balanço de gestão

Além de fazer uma análise do mercado, o presidente também fez um balanço do primeiro ano à frente do Creci Sergipe, na gestão Creci para Todos. “O trabalho do primeiro ano foi de ajustes, de redirecionamento. Implementamos ações com foco de trazer o corretor para o Creci, mostrar como funciona internamente: comissões, grupos de trabalho, dia a dia dos conselheiros e colaboradores. Hoje temos os grupos Creci Mulher e de Ação Social, aproximando e fortalecendo a categoria, afinal também temos responsabilidade social”, ressaltou. Sobre a relação com o Cofeci, André Cardoso avaliou promissora e saudável: “Fomos o primeiro Creci visitado pelo Conselho Federal no ano passado. Prezamos pela cooperação e o estamos de mãos dadas em prol da classe”.

Para esses próximos dois anos, contou algumas das iniciativas que serão trabalhadas. 
“Quando falamos em prol dos corretores, tenham certeza de que reflete na sociedade sergipana. Uma de nossas metas é intensificar as oportunidades de aperfeiçoamento profissional, ofertando cursos e especializações atuais para que os corretores possam prestar serviços de excelência. Vamos intensificar também a fiscalização em todo o estado e aproximar ainda mais os corretores do interior. Temos delegados regionais fazendo esse elo entre categoria, sociedade e Conselho”, acrescentou. 

André Cardoso esclareceu mais algumas questões levantadas durante o programa, lembrou sobre as condições facilitadas de pagamento da anuidade 2023 e concluiu sua fala reforçando que é fundamental investir em ações que valorizam a classe. “Quando a gente passa essas informações, a sociedade se lembra do corretor ao pensar em negociar um imóvel. Espero que o Governo Federal tenha uma atenção especial ao setor imobiliário para que a população possa realizar o maior sonho da família brasileira, que é o casa própria. E não se esqueçam: imóveis, só com corretores de imóveis.”

O programa está disponível no canal do programa SEM CENSURA (Rádio Sara Brasil 97.1 FM) no Youtube.

 

*Fonte: ABRAINC

Creci Sergipe alerta para importância da atualização de dados

Atualizar os dados cadastrais junto ao Creci Sergipe é obrigatório segundo o artigo 36 da Resolução Cofeci nº 327/92. É um procedimento simples e rápido, que pode ser feito de diversas formas: através do portal www.crecise.gov.br (na aba “SERVIÇOS”), por meio aplicativo i-Corretor ou ainda pelo e-mail [email protected]. Basta informar os dados completos e corretos a serem atualizados. Manter o cadastro atualizado é uma forma de garantir que o Conselho se comunique com o profissional. 

“Desde o início desta gestão, uma de nossas prioridades tem sido estreitar a relação entre Conselho e categoria. Além dos comunicados oficiais, temos compartilhado também conteúdos educativos. A atividade fim do Creci é fiscalização em prol da segurança da sociedade em geral, mas entendemos que somente alimentando um relacionamento saudável e proporcionando oportunidades de aprimoramento profissional com os corretores é possível ter um mercado mais forte e justo para todos”, pontua o presidente André Cardoso, justificando a importância da atualização dos dados cadastrais.

Sobre o i- Corretor
O i-Corretor é um aplicativo para dispositivos móveis desenvolvido pelo Sistema Cofeci-Creci para possibilitar a manutenção de um cadastro atualizado do corretor de imóveis, bem como proporcionar a emissão de cédula de identidade e de regularidade profissional, do certificado de inscrição e regularidade empresarial eletrônicos. Também é possível emitir a segunda via de boletos (em aberto e a vencer) e consultar o histórico de pagamentos. O aplicativo está disponível no Google Play (para Android) e na Apple Store (para sistema IOS), mas pode ser acessado diretamente pelo portal (http://app.conselho.net.br).

Clique Continue lendo Creci Sergipe alerta para importância da atualização de dados…

Parceria: UNIT lança MBA exclusivo para corretores de imóveis

Em parceria com o Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE) , a Universidade Tiradentes (UNIT) lançou o MBA em Gestão de Negócios Imobiliários, uma especialização ideal para quem deseja se atualizar com as tendências do mercado, por meio de aspectos financeiros, marketing, jurídico e de gestão, com uma abordagem participativa e crítica sobre os temas. O curso foi planejado exclusivamente para corretores de imóveis inscritos no Creci Sergipe, mas se estende a dependentes de tais profissionais.

“Nós passamos meses estudando as possibilidades e pensando em uma grade que atendesse às demandas da nossa categoria. Chegamos a uma ementa bem satisfatória e acredito que o curso será bem aceito. No ano passado a gestão Creci para Todos já conseguiu plantar esta semente de que sem conhecimento, não vamos a lugar nenhum. Agora vamos continuar incentivando os corretores de imóveis a investirem em aprimoramento. Todos ganham com isso: profissionais, clientes e todo o mercado imobiliário”, pontuou o presidente André Cardoso.

O diretor Institucional do Creci Sergipe, Hunaldo Lima, frisou que o Conselho tem trabalhado em parcerias que só fortalecem a imagem do corretor de imóveis perante a sociedade. “Proporcionando oportunidades de qualificação e desenvolvimento profissional, o Creci está valorizando a categoria e garantindo segurança para toda a sociedade. Aos corretores que já estão atentos à importância de se especializarem, só digo uma coisa: continuem”, destacou.

O curso será presencial, com encontros quinzenais totalizando 360 horas de aulas (de terça a quinta, das 18h às 22h) e início previsto para fevereiro deste ano. 

INSCRIÇÕES AQUI.

Mais informações e inscrições:

(79) 98115-3941 (Consultor Diego)

(79) 99977-3258 (Consultora Ilka)

COMUNICAÇÃO DE NÃO OCORRÊNCIA: O QUE É, SUA IMPORTÂNCIA E PRAZO

Corretores de imóveis e empresas imobiliárias têm até o próximo dia 31 de janeiro para apresentar a Comunicação de Não Ocorrência ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), de acordo com a nova redação dada pela Lei nº 12.683/2012 – Prevenção à Lavagem de Dinheiro.

Mas você sabe o que é esta Comunicação de Não Ocorrência e por que é importante e obrigatória? Fizemos um resumo esclarecendo as principais dúvidas para ajudar a compreender melhor. Confira e, se possível, compartilhe a informação com outros colegas de profissão.

O setor imobiliário foi incluído pela Lei nº 9.613/98 como setor obrigado a cumprir normas que visam prevenir a lavagem de dinheiro nesse ramo de atividade econômica. Desde que a Lei nº 12.683/2012 alterou a Lei nº 9.613/1998, as pessoas físicas também são obrigadas a cumprir tais normas. Deixar de comunicar, quando obrigado a fazê-lo, é infração legal punível com multa irrecorrível.

Todas as empresas imobiliárias e corretores de imóveis são obrigados a criar um arquivo próprio e nele registrar todo e qualquer negócio imobiliário igual ou superior a R$ 100.000.00 (cem mil reais) em moeda estrangeira, além de se obrigarem encaminhar ao COAF, no prazo de 24 horas, toda e qualquer transação que traga indício dos crimes previstos na Lei nº 9.613/98, com eles se relacionarem ou que se enquadrem nos requisitos elencados no anexo da Resolução nº 1.336/2014.

No caso de não ter havido qualquer operação suspeita ao longo do ano de 2021, tanto as empresas imobiliárias como os corretores de imóveis são obrigados a emitir a Comunicação de Não Ocorrência. O Coaf é responsável por receber e cruzar as informações sobre pessoas e operações, a fim de identificar possíveis operações de lavagem, traçar o caminho percorrido por esse dinheiro e enviar ao Ministério Público ou à Polícia Federal as informações que tem para que tais órgãos investiguem.

Aqui no portal eletrônico do Creci Sergipe é possível acessar o link direto do Cofeci tanto para acessar orientações como para fazer esta comunicação. “Nós vamos reforçar bastante essas informações, incentivando que os profissionais corretores de imóveis, inclusive, se cadastrem no Coaf e comuniquem ao referido órgão, no prazo de 24 horas da data da operação, toda e qualquer transação imobiliária ou proposta de caráter suspeito”, destaca o presidente do Creci-SE, André Cardoso.

O prazo para a Comunicação de Não Ocorrência teve início no dia 1º e segue até o dia 31 de janeiro de 2023. Deverá fazer a Comunicação toda e qualquer pessoa física ou jurídica que não se enquadre na Resolução-COFECI nº 1.336/2014, Seção VI – Das comunicações ao COAF, Art. 8º, incisos I ao XII e Parágrafo Único. Não há despesa no cadastramento dos dados, e nenhum pedido de informação deverá ser dirigido diretamente ao COAF, somente ao COFECI. Após o dia 31 de janeiro, o profissional que não fizer a Comunicação de Não Ocorrência estará sujeito à multa irrecorrível.

CLIQUE AQUI para saber mais e fazer sua Comunicação de Não Ocorrência.

Corretores recebem certificado de curso de Avaliação Imobiliária

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE)  entregou na manhã desta quarta-feira, 21, os certificados de conclusão do curso de Avaliação Imobiliária realizado pelo Proecci. O presidente André Cardoso, defensor da especialização, parabenizou os colegas de profissão e falou da importância da inscrição no CNAI (Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários).  

“Sem conhecimento não vamos a lugar nenhum. E é muito bom ver vocês engajados em proporcionar ao cliente o melhor serviço possível, amparado em técnicas e estudos que, sem dúvidas, valorizam ainda mais nossa categoria”, pontuou o presidente André Cardoso, aproveitando a oportunidade para pedir que todos participem com frequência das atividades promovidas pelo Conselho, a fim de fortalecer a classe. 

O superintendente Geraldo Maia compartilhou orientações sobre como proceder para requerer inscrição no Cadastro Nacional de Avaliadores Imobiliários (CNAI), agora que os corretores concludentes estão aptos para tal. O curso de Avaliação Imobiliária que a turma concluiu é fruto de uma parceria entre o Creci Sergipe e o Creci São Paulo, disponibilizado gratuitamente e com alto nível de qualidade.

Boleto da Anuidade 2023 já está disponível

Creci Sergipe libera descontos especiais e parcelamentos

O Creci Sergipe já disponibilizou para corretores de imóveis e empresas imobiliárias do Regional o boleto da anuidade referente ao ano de 2023. Previsto na Lei nº 6.530/78 e condição essencial para o exercício da profissão corretor de imóveis, o tributo foi fixado em R$ 795,00, considerando o índice oficial de atualização das anuidades do Sistema Cofeci-Creci, o IPCA – Índice de Preços ao Consumidor Amplo, com vencimento em 31 de março.

Observações importantes:
– Para maior segurança, os boletos de anuidade serão emitidos apenas eletronicamente.
– As atividades estão suspensas no período de 26 de dezembro de 2022 a 9 de janeiro de 2023 em virtude das FÉRIAS COLETIVAS.

Confira as condições de pagamento e os prazos para aproveitar os descontos.

PESSOA FÍSICA
COTA ÚNICA (Boleto)
Pagamento até 16/01/2023  
DESCONTO DE 10% 
Valor do desconto: R$ 79,50
Valor final: R$ 715,50

Pagamento até 15/02/2023          
DESCONTO DE 6%            
Valor do desconto: R$ 47,70                         
Valor final: R$ 747,30

Pagamento até 15/03/2023
DESCONTO DE 4%            
Valor do desconto: R$ 31,80
Valor final: R$ 763,20

Clique AQUI para emitir seu boleto de cota única ou acesse ou o app i-Corretor.

PARCELADO (Boleto)
Neste caso, sem desconto. Para efetuar o parcelamento no boleto, o(a) corretor(a) precisa, caso ainda não tenha cadastro no portal do Creci-SE, fazer o cadastro e seguir todos os passos orientados, ou procurar diretamente a sede do Conselho.

Data limite para requerimento de parcelamento e pagamento da primeira parcela x Quantidade de parcelas:
16/01/2023 – Até 05 (cinco) parcelas, sendo a primeira à vista
15/02/2023 – Até 04 (quatro) parcelas, sendo a primeira à vista
15/03/2023 – Até 03 (três) parcelas, sendo a primeira à vista

PARCELADO (Cartão de crédito)
O parcelamento nesta modalidade somente pode ser feito na sede do Conselho.
Data limite para requerimento de parcelamento x Quantidade de parcelas                                
16/01/2023 – Até 12 parcelas
15/02/2023 – Até 11 parcelas
15/03/2023 – Até 10 parcelas

Atenção, Corretor(a): para emitir seu boleto de cota única, acesse a Área Restrita no portal www.crecise.gov.br. Fique atento(a) às fraudes, pois o Creci Sergipe não envia boletos por correspondência ou por qualquer outro meio de comunicação que não tenha sido solicitado. 

Vale frisar que a metodologia utilizada para o ajuste do valor de anuidades, após seu vencimento em 31 de março, é fixada pelo Cofeci, baseada no índice acumulado do IPCA, que foi adotado em face da Lei nº 6.530/78 e Decreto 81.871/78.

Ficou com alguma dúvida sobre a ANUIDADE 2023?

Entre em contato com o setor Financeiro do Conselho. Horário de atendimento: 08h às 12h e 13h às 17h.

Telefone: 79 2106-6800 / 6801 / 6817
E-mail: [email protected]
Endereço: Rua Arauá, 919 – Bairro São José – Aracaju/SE

Observações importantes:
– Para maior segurança, os boletos de anuidade serão emitidos apenas eletronicamente.
– As atividades estão suspensas no período de 26 de dezembro de 2022 a 9 de janeiro de 2023 em virtude das FÉRIAS COLETIVAS.

Sergipe bate recorde de novos corretores de imóveis

Número de pedidos de inscrições foi o maior dos últimos seis anos

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE) realizou, nesta sexta-feira (16), a última entrega de cédulas de identidade profissional. Um detalhe chamou a atenção da gestão: o número de novos inscritos ao longo do exercício de 2022 superou a quantidade dos últimos seis anos. Na oportunidade, o presidente André Cardoso deu as boas vindas à turma e destacou algumas das ações mais relevantes, como a implementação do Ad referendum para que, após a aprovação do pedido de inscrição pela Coapin*, o corretor de imóveis já possa ingressar no mercado imobiliário.

“A atividade fim do Creci é a fiscalização, mas a gestão Creci para Todos vem se esforçando para proporcionar à categoria oportunidades diversas de aprimoramento profissional, facilidades nas formas de pagamento de anuidade, benefícios através de relações institucionais… Aproveitem essas oportunidades, pois nossa missão, enquanto corretores de imóveis, é facilitar a realização do maior sonho de uma família”, frisou o presidente André Cardoso.

A vice-presidente Carla Pimentel, o diretor-secretário Henrique Carvalho, o diretor-tesoureiro Alberto Garcez e o diretor adjunto de Fiscalização, Rildon Tavares, também fizeram uso da palavra para recepcionar os colegas de profissão. “Vocês concluíram esta etapa e estão de parabéns, mas não parem por aqui. Continuem se especializando. O mercado não é só sobre entender de imóveis, é também entender de pessoas”, ressaltou Carla Pimentel. 

“Vejo profissionais se preocupando com leads, mas não se esqueçam de que a melhor referência é você trabalhar seu nome no mercado”, acrescentou o diretor Henrique Carvalho. O diretor Alberto Garcez também incentivou o grupo a investir diariamente na profissão. “Tenham orgulho de ser corretor de imóveis, de realizar sonhos. Nossa classe vem se desenvolvendo cada vez mais e o Creci está de portas abertas para contribuir no que for possível”, resumiu. O diretor Rildon Tavares, por sua vez, lembrou que a Fiscalização não existe para perseguir. “Ao contrário, ela existe para tornar o mercado mais justo para todos que atuam nele e mais seguro para toda a sociedade”, disse. 

Como de costume, o superintendente Geraldo Maia compartilhou informações técnicas e orientações sobre como atuar de forma ética e dentro das normas, a fim de evitar infrações disciplinares. “Sigam as normas, invistam em conhecimento e, em hipótese alguma, aceitem condições que desvalorizam a profissão. Fiquem atentos às inovações que o Conselho vem implementando e, se possível, compartilhem com outros colegas”, pontuou.

Coapin* – Comissão de Análise de Processos de Inscrição

Sobre a Cédula de Identidade Profissional

A Cédula de Identidade Profissional é um documento expedido pelos Conselhos Regionais de Corretores de Imóveis, em modelo único para todos os profissionais inscritos no Sistema Cofeci Creci. O Cartão Anual de Regularidade com efeito de Cédula de Identidade Profissional é expedido anualmente e possui validade até o dia 15 de abril do ano seguinte de referência. A retirada deste documento é condicionada ao pagamento integral da anuidade e solicitação direta na sede ou via portal. Ou seja, além de demonstrar que o profissional está habilitado para exercer a corretagem, também informa que o corretor de imóveis está em dia com sua situação financeira perante o Conselho.

Opção digital
A Cédula de Identidade Profissional também pode ser emitida em formato digital, com o mesmo efeito legal da tradicional em PVC, conforme Resolução Cofeci 1.430/2019. O modelo está disponível para aparelhos Android e IOS, baixando o aplicativo i-Corretor. Acesse www.crecise.gov.br para saber mais.

Clique AQUI para acessar as fotos.

Corretores de imóveis participam de 1º Café do Setor Imobiliário

Na pauta, Mediação e Arbitragem como soluções de conflitos

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Sergipe (Creci-SE) investiu intensamente, ao longo deste primeiro ano de gestão, no estreitamento das relações institucionais em prol da categoria e do mercado imobiliário. Uma parceria que vem rendendo resultados positivos já a curto prazo é a firmada com a Federação do Comércio de Bens, Serviço e Turismo do Estado de Sergipe (Fecomércio) e a Media (Câmara de Mediação e Arbitragem da Fecomércio). Na manhã desta quinta-feira, 15, as instituições realizaram, em conjunto, a primeira edição do Café do Setor Imobiliário.

Participaram da abertura oficial do evento o presidente do Creci Sergipe, André Cardoso, o superintendente da Fecomércio, Maurício Oliveira, e a coordenadora da Media, Ana Sarmento. A programação contou com palestras sobre Mediação e Arbitragem na perspectiva do direito imobiliário para corretores de imóveis (ministrada pela advogada Helena Santana) e sobre a Câmara de Mediação e Arbitragem (conduzida pela mediadora Ana Sarmento). Teve também uma apresentação acerca do app Media Resolve, feita pelo seu desenvolvedor Jordão Patrocínio. A plataforma digital foi recém lançada pela Fecomércio com o intuito de agilizar ainda mais os procedimentos e métodos de resolução de conflitos.

“A mediação é uma ferramenta muito importante na cadeia produtiva do mercado imobiliário, pois se trata de uma alternativa mais leve e célere de resolução de conflitos. Este movimento que iniciamos, de levar mais conhecimento e novas possibilidades à categoria e à sociedade, está só começando e temos muito trabalho pela frente. Mas adianto que é gratificante ver esta parceria com a Fecomércio e a Media já gerando frutos. Os corretores e donos de imobiliárias presentes aqui hoje certamente aprenderam bastante e podem compartilhar tais informações com seus colegas”, pontuou o presidente André Cardoso.

Creci Sergipe realiza última Sessão Plenária do exercício 2022

Balanço de ações e emoção marcaram solenidade

“Um ano desafiador, com avanços para a categoria e muitos aprendizados.” Foi como o presidente do Creci Sergipe, André Cardoso, resumiu o exercício de 2022 durante a última Plenária Regional da autarquia do ano. A sessão reuniu conselheiros efetivos e suplentes, diretores, delegados regionais e colaboradores do Conselho. Na pauta, a homologação de portarias e de inscrições, leitura de relatórios, entre outros pontos comuns às sessões plenárias.

A diretoria também fez um balanço das atividades realizadas no primeiro ano da gestão Creci para Todos. O momento foi marcado por emoção e boas lembranças compartilhadas. Representando os colaboradores do Conselho, o superintendente Geraldo agradeceu ao presidente e demais diretores pelas inovações implementadas e pela gestão horizontal, bem mais próxima dos funcionários – que são os responsáveis pelo funcionamento diário da instituição. 

Os delegados regionais Luiz Odélio (Nossa Senhora das Dores), Gabriel Loiola (Lagarto), Gileu Souza (Estância), Ivonete Vieira (Nossa Senhora do Socorro) e Thiago Albuquerque (Itabaiana) fizeram uso da palavra e colocaram-se à disposição dos conselheiros para desenvolverem, juntos, ações em prol do fortalecimento da categoria.

“Iniciamos o exercício cientes de que teríamos muitos desafios…e tivemos. Mas temos também uma equipe responsável e comprometida, conselheiros engajados e diretores atuantes. Gradualmente, vimos corretores de imóveis entendendo que o Creci é a casa desta honrada classe. Vamos seguir trabalhando neste sentido. Que venha 2023, pois estamos prontos”, frisou o presidente André Cardoso.

Clique AQUI para acessar as fotos.

1 2 3 31